Clique para ativar o zoom
Carregando...
Não encontramos resultados
Visão Roteiro Satélite Híbrido Terreno Minha localização Tela cheia Anterior Próximo

R$ 0 até R$ 15.000

R$ 0 até R$ 2.000.000

Busca Avançada

R$ 0 até R$ 2.000.000

Os resultados da sua pesquisa

Meu imóvel “encalhou”! E agora?

 de Felippe Alfredo em 22 de junho de 2015
Comentários:0

Em momentos como estamos vivendo agora no cenário econômico nacional, um imóvel pode ter as melhores características e benefícios que, mesmo assim, existe uma alta probabilidade de sua venda demorar mais do que o normal.

Normalmente o atraso na venda está relacionado ao preço do imóvel que está acima do que o mercado dita. Existem no entanto, diversos outros fatores que interferem diretamente no fechamento de venda.

Documentação

Se o proprietário tiver com algum tipo de restrição, não haverá corretor bom o suficiente para negociar o imóvel. Isso irá prejudicar o financiamento do novo comprador e o registro de imóveis. Em resumo, não há venda sem documentação regularizada.

Manutenção

Esse é o princípio básico de uma negociação. O produto deve estar em perfeitas condições. Rachaduras, manchas, mofo, tudo isso deve estar resolvido, do contrário, irá gerar desinteresse no comprador.

Fatores Externos

Feiras e outros eventos na rua ou bairro podem prejudicar na liquidez do imóvel. Corretor, trabalhe em conjunto com o proprietário para solucionar o que está dentro do alcance. Às vezes, com um pouco de esforço, a qualidade de vida melhora.

Avaliação

Geralmente, quem tenta vender um imóvel por conta cobra um valor acima da realidade. O proprietário coloca o valor sentimental no preço, mas o cliente não tem essa percepção. Com o tempo, ele não conseguirá vender e pedirá ajuda para um corretor. No início, o proprietário não vai querer reduzir, mas, se após uma avaliação for constatado que realmente está inflacionado, deixe o dono ciente disso e de uma possível demora, ou até mesmo de uma impossibilidade na venda.

 

Em termos gerais, a recomendação é dispensar a abordagem “faça você mesmo”. Contrate um profissional e seja feliz!

Compartilhar

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Comparar